O preço médio da gasolina para o consumidor voltou a cair e fechou a semana passada em queda, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (5) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O recuo foi de 0,38%, para R$ 4,193 na média por litro. Na semana anterior, o valor do combustível registrado leve queda, mas chegou a registrar sequência de 14 semanas consecutivas de alta nas bombas. Em 2018, o preço da gasolina já tem alta acumulada de 2,29%.

O valor representa uma média calculada pela ANP, que verifica os preços em diversos municípios. Eles, portanto, podem variar de acordo com o local. Eles, portanto, podem variar de acordo com o local. Ainda segundo levantamento da agência, o estado com o preço médio mais caro do Brasil é o Acre, com R$ 4,807, seguido pelo Rio de Janeiro, com R$ 4,665por litro. Já o Maranhão tem o preço médio mais baixo, com R$ 3,855.

Preço médio da gasolina por litro

Estado Valor em R$
Acre 4,807
Rio de Janeiro 4,665
Minas Gerais 4,422
Tocantins 4,41
Goiás 4,403
Rio Grande Do Sul 4,345
Rondônia 4,335
Bahia 4,315
Amazonas 4,313
Alagoas 4,288
Distrito Federal 4,249
Pará 4,24
Mato Grosso 4,221
Rio Grande do Norte 4,21
Mato Grosso Do Sul 4,159
Sergipe 4,125
Piauí 4,122
Ceará 4,094
Paraná 4,094
Roraima 4,077
Pernambuco 4,073
Espírito Santo 4,05
São Paulo 3,992
Paraíba 3,973
Amapá 3,97
Santa Catarina 3,929
Maranhão 3,855

Fonte: ANP

Enquanto o preço da gasolina terminou a semana em queda, nas refinarias, o valor foi ajustado para cima pela Petrobras, com alta de 3,21%. O repasse ou não do reajuste para o consumidor final depende dos postos.

 

 

A medida faz parte da política de preços da Petrobras, adotada em julho do ano passado, que reajusta o valor dos combustíveis quase diariamente com o objetivo de acompanhar as cotações internacionais. No mesmo mês, o governo subiu os impostos sobre os combustíveis. Desde então, o preço médio para o consumidor final nas bombas acumula alta de 19,4%.